Sábado, 24 de julho de 2021, 16:30:46

Emendas apresentadas à LDO visam melhorar a administração municipal; votação da lei continuará na próxima terça (27)

20/07/2021, 20:41
“Todas as emendas que acrescentamos à LDO foram para melhorar a administração municipal”. A declaração é do vereador Fernando Torres (PSD), que utilizou a tribuna da Câmara Municipal nesta terça (20) para dizer que está esperando que a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) seja votada o mais rápido possível. Houve a continuidade da votação da lei na sessão ordinária desta terça, mas, por conta do parecer da Comissão de Finanças e Orçamento, a votação foi adiada para a próxima semana.
 
“Quanto mais o tempo passa, pior fica para a população. Os vereadores ligados ao prefeito Colbert Martins Filho estão protelando a votação, mas a Câmara está sempre à disposição para poder colocar em pauta e votar a LDO o quanto antes, para que os feirenses não sejam prejudicados. Nunca vi o Executivo protelar tanto a votação da LDO”, disse Fernando.
 
Ele continuou: “Posso falar aqui com conhecimento de causa porque eu já fiz parte das três Câmaras - Municipal, Estadual e Federal - e sei como funciona. Com todo respeito aos vereadores, mas no passado eu vi o melhor vereador da história da Câmara, Messias Gonzaga, tentar votar contra a LDO e não conseguiu apresentar nem emendas. Hoje, entretanto, é ocorre o contrário; a LDO já tem 22 emendas, mas ficam protelando. Todas as emendas que colocamos foram visando melhorar a administração do prefeito. Nenhuma emenda prejudica a prefeitura, mas busca ajudar a população a receber os benefícios dela”.
Fernando disse que uma das suas emendas sugere que a Prefeitura possa manipular 0.20% em vez de 1% do valor do orçamento e, ainda, possa realizar dispensa de licitação, em vez da própria licitação. “Podem achar que é uma bobagem, mas 1% do valor do orçamento da Prefeitura de Feira é R$14 milhões, e isso é muito. Com a emenda que sugeri haverá uma economia de R$3 milhões pela Prefeitura. Nós estamos aqui para ajudar a Prefeitura, e não o prefeito; nós estamos aqui para ajudar a secretaria, e não o secretário. Aqui na Câmara, a maioria quer o bem de Feira de Santana”, garantiu.