Segunda-feira, 26 de setembro de 2022, 08:47:54

Escolas da rede municipal estão sem vale gás desde o dia 16 deste mês; estão sendo servidos apenas três biscoitos aos estudantes

22/09/2022, 12:21 | Foto: Mario Neto / ASCOM-CMFS
“Tem estudante que só vai para a escola em função da merenda. Não é uma brincadeira tratar da merenda escolar, não é qualquer coisa. Infelizmente, os relatos nos últimos dias informam que, desde o último dia 16, as escolas do município não têm vale gás e, por isso, estão servindo três biscoitos secos aos estudantes”. A denúncia é do vereador Jhonatas Monteiro (PSOL), que discursou sobre o assunto na tribuna da Câmara Municipal nesta quinta-feira (22). 
 
Segundo o parlamentar, alguns exemplos de escolas que estão sem o vale gás são a Pré-Escola Judith Alencar Marinho, situada no bairro Campo Limpo, e o Centro de Educação Básica vinculado à Uefs – Universidade de Ensino Superior de Feira de Santana, no bairro Cidade Nova. O vereador disse ainda que tem recebido diversas denúncias nos últimos dias referentes ao assunto, e que “quando não servem os biscoitos secos, servem apenas um copo de suco”. 
 
“Aí a gente vê a secretária Anaci Paim divulgar, na mídia, uma realidade que não é a que a gente vê no chamado chão da escola, no dia a dia do que se passa nas instituições de educação. Não adianta tapar o sol com a peneira; não vai ser investimento em propaganda que vai resolver a situação da educação no município”, disse. 
 
Jhonatas lembrou em seu discurso a greve dos professores que ocorreu, há alguns meses, e disse que não foi apenas por questões salariais, mas por problemas estruturais das escolas. “O prefeito, ao invés de tentar resolver os problemas, respondeu com violência, como se, tentando fazer as pessoas  engolirem a seco o que vivem, os problemas fossem desaparecer”. 
 
Uma reunião na Secretaria de Educação ocorrerá nesta sexta-feira (23), de acordo com o vereador, e tais problemas serão apresentados. “Espero que a secretária Anaci Paim não fique apenas no “blá blá blá”, sem resolver a situação, como se a gente não conhecesse os problemas enfrentados pelas escolas”.