Segunda-feira, 25 de outubro de 2021, 09:52:55

Governador visa "esconder sua fragilidade" ao responsabilizar presidente pela violência na Bahia

14/09/2021, 12:48
Em uma recente entrevista, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), relacionou os elevados índices de violência do estado à gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Na visão do vereador Edvaldo Lima (MDB), o posicionamento do petista visa “esconder sua fragilidade perante a segurança pública”. Na sessão desta terça-feira (14), o parlamentar responsabilizou o Governo do Estado pelos índices de violência da Bahia, como também, pela morte do Tenente Matheus Grec Marinho, baleado ao realizar uma ronda em Salvador, no último domingo (12).
 
 
“O nosso presidente tem respeito, moral, ética, compromisso com a sociedade brasileira”, afirma Edvaldo Lima. Em defesa de Jair Bolsonaro, ele acrescenta que tanto o presidente, quanto os seus seguidores, defendem a “redução da violência, a liberdade de expressão, a família, os valores e o amor à vida”. Ele ratifica que Bolsonaro “não tem nada a ver com a morte do tenente, a responsabilidade é do Governo do Estado”.