Sexta-feira, 9 de dezembro de 2022, 23:21:28

Média superior a um assassinato por dia revela "momento de terror" em Feira e vereador responsabiliza o Estado

24/11/2022, 9:47 | Foto: Marcio Garcez Vieira / ASCOM-CMFS
Novembro ainda não terminou e Feira de Santana já registra 32 assassinatos, este mês, uma demonstração de que "vivemos uma escalada da violência", diz o vereador Pastor Valdemir (PV). Em pronunciamento hoje na Câmara, ele fez o registro deste número, que apresenta média superior a uma morte violenta por dia, preocupado com o "momento de terror", que observa no Município, tanto na cidade como na zona rural. "São dezenas de famílias enlutadas", lamenta o tambem pastor evangélico, ao responsabilizar o Governo do Estado pela crise de segurança pública. Apenas na primeira quinzena deste mês a imprensa já contabilizava 24 homicídios.
 
"Não está tudo bem, não está tudo normal, como a propaganda quer fazer acreditar", protesta Pastor Valdemir. Em defesa do governador Rui Costa, o vereador Paulão do Caldeirão (PSC) observa que o Estado "tem investido pesado" na melhoria da estrutura do policiamento. Ele lembrou que, recentemente, Feira de Santana e região foram contemplados com 137 viaturas novas. Também justifica que o crescimento da violência é um "problema nacional", não apenas enfrentado pela Bahia.