Quarta-feira, 29 de junho de 2022, 13:17:51

Processo do PT contra líder evangélico é repudiado por vereador

03/05/2022, 11:59 | Foto: Mario Neto / ASCOM-CMFS
Um pedido de perdão aos cristãos da Assembleia de Deus seria a única atitude esperada da direção do Partido dos Trabalhadores para o processo impetrado contra o presidente da congregação religiosa no Brasil. A sugestão foi feita pelo vereador Edvaldo Lima (MDB), que também é pastor evangélico, em um discurso “cheio de indignação e tristeza”, conforme ressaltou.  
 
Afirmando ter certeza que os representantes do PT na Casa Legislativa não comungam com a posição do partido, Edvaldo disse que todos os pastores do brasil estão se sentindo processados. “Em todas as cidades, distritos e povoados temos igrejas”, pontuou, sugerindo que o partido use as redes sociais para se desculpar com os mais de 40 mil pastores e os 22 milhões de fiéis da Assembleia de Deus.  
 
“O PT tem que pedir perdão não é só aos evangélicos, mas ao povo brasileiro, que elegeu Lula duas vezes, depois Dilma e eles meteram a mão no bolso”, acrescentou José Carneiro (MDB). Segundo ele, a “roubalheira” atingiu vários setores do governo, inclusive a Petrobrás, frisou.