Sexta-feira, 9 de dezembro de 2022, 23:36:32

Suplementação ao Orçamento: Educação e Saúde devem "adotar mesma transparência" da Fundação Hospitalar

23/11/2022, 15:22 | Foto: Marcio Garcez Vieira / ASCOM-CMFS
As secretarias de Educação e de Saúde do Município devem adotar, em relação aos projetos de suplementação orçamentária que tramitam na Câmara, a "mesma transparência" com que tem procedido a Fundação Hospitalar, responsável pela gestão do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher.  A recomendação é do vereador Paulão do Caldeirão (PSC) que, em pronunciamento nesta quarta, no Legislativo, elogiou a conduta da diretora-presidente do órgão, Gilbert Lucas. "Encaminhou tudo o que foi solicitado pela Comissão de Saúde", reconhece o vereador e radialista. 
 
Em razão de sua postura, conforme Paulão, a dirigente obteve a aprovação da Câmara ao projeto de suplementação do Orçamento da Fundação, da ordem de R$ 15 milhões, na sessão de ontem da Casa. Também aprovado pelos vereadores o recurso de R$ 800 mil para a Secretaria de Desenvolvimento Social. Enquanto isso, as matérias de interesse da Secretaria de Saúde e da pasta de Educação seguem sem ser votadas, por "falta de clareza" quanto as reais necessidades: "Com as explicações sobre os recursos solicitados e seu destino, sem dúvida aprovaremos as outras matérias ainda pendentes".
 
Paulão entende que a atitude dos vereadores integrantes do "grupo dos aliados", do qual ele participa, ao aprovar as suplementações para a Fundação Hospitalar e Secretaria de Desenvolvimento Social, é uma demonstração de que "nada existe de errado com a gente e que, quando se trata de projeto com a finalidade de beneficiar a população, votamos favoravelmente, independente de questões políticas".