Na mesa homens e mulheres usando o uniforme de gala da Polícia Militar. No plenário e na galeria policiais, familiares e amigos dos homenageados pela Câmara Municipal na noite desta terça-feira (13). Uma sessão marcada pela emoção e o respeito da Casa aos representantes da corporação militar. Uma noite especial para condecorar três oficiais e um soldado PM com a Medalha de Honra ao Mérito e Títulos de Cidadania Feirense.

O vereador Ewerton Carneiro da Costa, Tom, autor de duas das quatro indicações para concessão das honrarias, disse que todos os homenageados “são pessoas que merecem aplausos pelos serviços importantes ou procedimentos notáveis prestados à sociedade feirense”. Ao cumprimentar os convidados, ele falou da trajetória de cada um na área da segurança pública, em especial no combate à exploração sexual e violência contra crianças e adolescentes.

O próprio vereador Tom, que confessou estar muito feliz em participar do momento especial, entregou a Medalha de Honra ao Mérito Capitão Arlindo Barbosa ao Soldado PM Joselito Santana de Araújo e o Título de Cidadão Feirense ao Major Florisvaldo dos Santos Ribeiro, natural de Mata de São João, ambos projetos de sua autoria. Coube a ele também outorgar o Título de Cidadão Feirense ao Capitão PM José Luís da Silva Lima, nascido em Riachão do Jacuípe, iniciativa do ex-vereador Antônio Francisco Neto, Ribeiro.

O Soldado Joselito Santana de Araújo, recebeu a homenagem com um misto de alegria pela importância da honraria e tristeza pela ausência do pai, que o ensinou a fazer sempre o melhor. Citando a história do beija flor que levava água no bico para apagar um incêndio na floresta, ele disse que sempre procurou fazer a sua parte e agradeceu a presença de colegas militares e representantes do seu bairro, a Rua Nova.

O novo cidadão feirense José Luís veio para Feira de Santana aos dois anos de idade e aqui vive há 41 anos. Como oficial, passou por todas as companhias do 1º BPM e também assumiu funções administrativas. “Nessa jornada fiz vários amigos, que muito me ajudaram no meu crescimento”, afirmou, em seu discurso de agradecimento. Ele lembrou que os pais saíram da localidade de Chapada, em Riachão do Jacuípe, em busca de melhores condições de vida “e esta terra passou a fazer parte de minha história de vida”, frisou.

A Capitã Roseli da Silva Braga, de São João do Meriti, ganhou cidadania feirense graças a projeto do ex-vereador Otávio Joel, que também é policial militar, e durante a solenidade foi convidado a fazer a entrega da láurea. “Considero este momento um dos mais importantes de minha vida, tenho poucas lembranças da minha terra natal, meu coração já é totalmente dedicado a esta cidade, onde minha vida é plena de desafios e realizações”, disse a nova cidadã feirense.

O momento foi de emoção também para o Major Florisvaldo dos Santos Ribeiro, que agradeceu aos vereadores, familiares, sociedade e  Polícia Militar pela possibilidade de realizar projetos e o reconhecimento ao seu trabalho. “A todos devo meu crescimento profissional”, enfatizou. Respeito à ética e à dignidade são fundamentais para ser um policial militar, segundo o homenageado. A sessão solene foi presidida pelo vereador Alberto Nery, que compôs a mesa ao lado do secretário municipal de Governo, Paulo Aquino e os homenageados.

Download PDF

@dmin

Comentários estão fechados.